As contas referentes ao exercício de 2011 do Consórcio Intermunicipal de Manejo dos Resíduos Sólidos da RMC (Região Metropolitana de Campinas) – o Consórcio do Lixo – foram aprovadas, por unanimidade, na manhã desta quinta-feira, dia 9 de fevereiro, durante a 1ª reunião ordinária do Conselho Fiscal do Consórcio sediada no auditório da Prefeitura de Nova Odessa.
 

Em 2011, a receita arrecadada do órgão intermunicipal, através de repasses feitos pelas prefeituras das cidades que compõem o grupo, hoje oito da região, chegou a R$ 292.423,19. Os valores encaminhados por cada prefeitura são resultado de um contrato de rateio entre os municípios, de acordo com sua população. Já a despesa orçamentária empenhada chegou a R$ 31.070,55.

A apresentação das receitas e despesas, que já tinha sido feita aos prefeitos na reunião ordinária do Consórcio em janeiro, foi aprovada por unanimidade pelos membros do Conselho Fiscal. O saldo patrimonial do Consórcio chegou a R$ 650.574,50, em 2011.

“A apresentação foi bastante transparente. Esses números atestam a seriedade da administração do Consórcio que tem seu saldo positivo e que está dando continuidade ao seu trabalho”, disse o vereador novaodessense e conselheiro fiscal do Consórcio, Vagner Barilon.

Além de Barilon, também estiveram presentes na apresentação os vereadores e conselheiros fiscais do Consórcio, Reinaldo Chiconi, de Americana - que também é o presidente do Conselho Fiscal -, Eudice Leite da Silva, de Monte Mor, Gervásio Batista Pozza, de Hortolândia, além do superintendente do Consórcio, Reginaldo José Buck e do secretário Fábio Orsi.

Também fazem parte do Conselho os vereadores Ângelo Roberto Réstio, de Nova Odessa além de Joel Cardoso da Luz e José Tavares Siqueira, de Sumaré.

A prestação de contas do Consórcio do Lixo segue, anualmente, as normas impostas pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo e também atende à Lei de Responsabilidade Fiscal. Toda a apresentação foi feita pelo contador João Caetano Neto.

O Consórcio do Lixo

O Consórcio Intermunicipal de Manejo dos Resíduos Sólidos da RMC (Região Metropolitana de Campinas), o “Consórcio do Lixo”, é formado por oito municípios da região, com o objetivo de encontrar uma solução única, coletiva, ecológica e economicamente sustentável a longo prazo, para a destinação final do lixo doméstico produzido pelas oito cidades participantes. Integram o Consórcio os municípios de Nova Odessa, Sumaré, Hortolândia, Santa Bárbara d’Oeste, Americana, Monte Mor, Elias Fausto e Capivari.

Nayara de Oliveira