capiv.png
eliasf.png
hotolan.png
montem.png
novaod.png
santab.png
sumar.png

CONSIMARES - 2019 | Todos os direitos reservados.

Buscar

Documento assinado durante a Waste Expo Brasil tem validade de dois anos e não inclui transferência



A Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA) assinou, nesta terça-feira (12), um protocolo de intenções com o Consórcio Intermunicipal de Manejo de Resíduos Sólidos da Região Metropolitana de Campinas (Consimares) para o desenvolvimento e cooperação técnica na gestão e gerenciamento de resíduos sólidos. A assinatura ocorreu na capital paulista, durante a Waste Expo Brasil 2019, no Expo Center Norte.


“A gestão dos resíduos sólidos é um desafio contemporâneo e uma responsabilidade compartilhada que envolve os governos, setor empresarial e sociedade”, comentou o secretário-executivo da SIMA, Luiz Ricardo Santoro, que assinou o documento com o presidente do Consimares, Benjamim Bill Vieira de Souza, prefeito de Nova Odessa.

Com o objetivo de estabelecer condições para a cooperação técnica, programas e intercâmbios científicos/tecnológicos, o protocolo tem prazo de dois anos e não inclui transferência de recursos financeiros.


O convênio visa ainda desenvolver ações conjuntas na elaboração de material técnico/didático, encontros técnicos, cursos, seminários, palestras, diagnósticos, programas de capacitação, workshops, soluções regionalizadas, novas rotas tecnológicas, arranjos produtivos diferenciados e apoio aos municípios.


Participaram também do evento, a diretora-presidente da Companhia Ambiental de São Paulo (CETESB), Patrícia Iglecias; o presidente da Associação Brasileira de Resíduos Sólidos e Limpeza Pública (ABLP), João Gianesi; o presidente da Waste Expo Brasil, Jesus Norberto Gomes; o presidente na Associação Brasileira dos Membros do Ministério Público de Meio Ambiente, Luiz Barreto; o vereador da cidade de São Paulo, Gilberto Natalini; o prefeito de Indaiatuba, Nilson Gaspar; o deputado Federal e coordenador na Frente Parlamentar para a Cadeia da Reciclagem, Vinicius Carvalho, o representante do Ministério do Meio Ambiente, André França e o presidente da Águas do Alto Ninho, Carlos Martins.

2 visualizações